quarta-feira, 3 de março de 2010

Paroxetina e fluoxetina não devem ser usadas por mulheres tomando tamoxifeno, para câncer de mama

Paroxetina e Fluoxetina são uns dos mais comuns medicamentos antidepressivos utilizados na prática corrente, tanto para tratamento de depressão quanto para diminuição das ondas de calor (hot flashes) causadas pela menopausa e pelo tamoxifeno, em mulheres com câncer de mama.
Mas estudo recentemente publicado no British Medical Journal demonstrou que esses medicamentos podem trazer um sério risco às pacientes. Demonstrou-se que tanto a paroxetina quanto a fluoxetina interferem com o metabolismo do tamoxifeno, diminuindo ou mesmo abolindo sua eficácia na prevenção da recorrência do câncer de mama. Este tipo de interação medicamentosa é comum, mas é frequentemente desprezada por médicos e pacientes.
O tamoxifeno quando utilizado após a cirurgia diminui significativamente as taxas de recidiva e recorrência do câncer de mama, em mulheres antes e depois da menopausa. Para que as mulheres em tratamento não percam esse benefício, quando há indicação formal de uso de antidepressivos, os pesquisadores sugerem a utilização do citalopram ou da venlafaxina, que não alteram o metabolismo do tamoxifeno.

Nenhum comentário: